SóVimPraDançar por Naiara Azevedo

Encerrando o Fashion Rio...

segunda-feira, janeiro 17, 2011

Pra encerrar o Fashion Rio, vou resumir os dois últimos dias começando pelo desfile do estilista Walter Rodrigues, que apresentou um desfile bem clean e minimalista com preto e off-white. Refinados maxi vestidos com zíperes, que iam de alto a baixo nos troncos e quadris. Calças soltas e curtas, usadas com sandálias e meia.


 



Em seguida, o desfile da estilista Helô Rocha com sua marca Têca, apresentou uma coleção que misturava lingerie com a moda tradicional japonesa representada pela forma do quimono e pelas delicadas estampas de pássaros e flores. 





Em seguida foi a vez da Totem, que apresentou um desfile cheio de estampas africanistas, que se misturam às padronagens clássicas da marca e recobrem os vestidões longos e tomara que caia, suingando nas meninas, e as bermudas dos rapazes. Sempre usados com sandálias fechadas e de tiras, bonitas e unissex.




O desfile da Priting, mostrou um inverno colorido. Coloridíssimo, aliás. Limão quase fluorescente, amarelos, azuis elétricos, laranjas e verdes se sucediam em roupas lisas ou em tiras de musseline que formavam listras de várias larguras. Tirinhas finas do mesmo tecido também foram costuradas sobre um fundo de paetês para um efeito ainda mais rico.



A inspiração da TNG foram os beatniks, poetas e intelectuais americanos dos anos 1950 que adubaram as revoluções sociais que viriam nas décadas a seguir. Essa elegância de rua ajudou a trazer à tona os grandes clássicos da marca - dos jeans às peças básicas, como coletes e alfaiatarias. Apresentando um desfile bem comercial. E claro com a presença de dois globais: Reinaldo Gianecchini e Mayana Moura.




No desfile da fofissima Cantão, muita cor, brilho e a pitada hippie e étnica voltam a essa coleção jovem feita de muitos vestidos estampados, curtos, montados em camadas; macacões com estampa de tinta respingada lembrando as roupas de pintores; saias longas usadas com camisetas curtas sobre outras mais compridas; calças com amarração de pijama.



O desfile da Coca-Cola Clothing teve como tema principal os aventureiros que cruzam o deserto californiano em um trailer. A grife trouxe para a passarela uma coleção no mais puro perfume urbano com leves notas de rock e cujas peças vieram com uma estética esportiva acrescentado por tachas e brilhos que refinam o conjunto.


Thaila Ayala

A Redley trouxe para a passarela do Fashion Rio a essência de um inverno bem carioca, com muitas malhas finíssimas, sobreposições, e novas propostas de silhueta, especialmente para as calças e bermudas masculinas. O cavalo ultrabaixo faz as bermudas parecerem saias.





A marca  R. Groove continua no caminho da evolução da sua alfaiataria street, agora com inspiração em um viajante idealizado. Mas não tira da bagagem as suas marcas registradas, as estampas e a silhueta solta folgada, bem confortável.


No desfile da linda Espaço Fashion, cetins, algodões, moletons, couro, sedas e sarjas envelhecidos ou em estampas de rabiscos compunham a coleção que apresentava calças muito justinhas e tops bem soltos e amplos com golas torcidas ou grandes capuzes e muitos macacões, vestidos longos, saias curtas e shortinhos. Achei que a moedlagems e perdeu um pouco devido a presença de muita sobreposição, vamos aguardar quando as peças chegarem nas araras.




Pra encerrar a New Order, que é a marca de acessórios do grupo Osklen, criou lindas mochilas de todos os tamanhos, bolsas e bolsinhas em tons de verde, rosa, estampas militares, náilons opacos e acetinados. Para os pés femininos, sapatilhas e botinhas de ponta quadrada como as de ballet, botas franzidas, sapatos amarrados e sandálias nos tons de marrom, verde musgo e glitter dourado.





0 comentários:

@SoVimPraDancar